sábado, fevereiro 18, 2006




A tua pele como lençol e eu colchão do teu corpo. às vezes o teu peito almofada, às vezes cobertor que aquece, que me aquece antes de adormecer.

2 comentários:

nuno albuquerque vaz disse...

deixas.te.me babado...
lindo...

Maria Avelino disse...

Soberbas...