quinta-feira, julho 24, 2008

"As coisas assim a gente não perde nem abarca"

Lagoa de Óbidos, 24.07.08, 22h



"As coisas assim a gente não perde nem abarca.
Cabem é no brilho da noite.
Aragem do sagrado.
Absolutas estrelas".

João Guimarães Rosa


3 comentários:

Anônimo disse...

... e ficamos á mercê dos sentidos espelhados na lagoa.
Beijinhos do António

o das caldas disse...

Foste feliz em captar esta imagem e só espero que não tenha sido na noite do passado dia 22.-
2 beijinhos

Charlie disse...

Parafraseando Pessoa, seria a perguntar para que serviria a distância das estrelas, se elas alto não pudessem brilhar em cada lago de onde os nossos espíritos nascem.